Avaliação de Imóveis Rurais

A avaliação de imóveis rurais, em princípio, pressupõe sempre a determinação do valor do imóvel como um todo, estando aí incluídas as benfeitorias reprodutivas, não reprodutivas (construções), semoventes, máquinas e implementos agrícolas.

AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS

A avaliação de imóveis rurais, em princípio, pressupõe sempre a determinação do valor do imóvel como um todo, estando aí incluídas as benfeitorias reprodutivas, não reprodutivas (construções), semoventes, máquinas e implementos agrícolas, como definidas na NBR 14653-3 Avaliação de Bens – Imóveis Rurais.

COMO É REALIZADA A AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS?

Para a realização de um Laudo de Avaliação de Imóveis Rurais, as seguintes etapas devem ser seguidas:

1. Definição da Finalidade:

É necessário estabelecer a finalidade do laudo, já que ele pode ser utilizado para diversos fins. Além do mais, é definido o objetivo da avaliação como determinar o valor de mercado para compra ou venda, por exemplo. Nesta etapa, é importante também determinar um prazo limite para a apresentação do parecer e as condições que o regerão.

2. Solicitação da Documentação:

A empresa responsável pela Avaliação do Imóvel deve solicitar ao proprietário ou interessado os documentos referentes ao bem, e tomar conhecimento destes para avaliá-los.

3. Vistoria:

Através da vistoria, o perito terá conhecimento do imóvel, suas características topológicas, físicas e construtivas, além de atestar sua existência e estado de conservação. É durante esse processo que o perito faz o levantamento do mercado e da região na qual o bem se encontra, determinando as características gerais, as terras e benfeitorias, o maquinário e as atividades agropecuárias realizadas.

4. Metodologia de Avaliação:

Existe uma série de metodologias que podem ser aplicadas e dependerão da finalidade do laudo. Para valorar o imóvel, segundo a NBR 14.653 da ABNT, podem ser utilizados os métodos comparativo direto de dados de mercado, método involutivo, método da capitalização da renda e ainda o método evolutivo. Já para levantar os custos desse tipo de imóvel os mais utilizados são o método da quantificação de custo e o método comparativo direto de custo.

5. Especificação:

O laudo deve ser fundamentado quanto ao seu caráter avaliatório e de precisão (quando depende exclusivamente das características do mercado).

ITENS PRESENTES NO LAUDO DE AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS

Os itens abaixo são essenciais a um Laudo de Avaliação de Imóveis Rurais confiável:

  • Identificação do proprietário e do solicitante;

  • Objetivo da avaliação;

  • Indicação dos métodos e procedimentos utilizados;

  • Pressupostos, ressalvas e fatores limitantes;

  • Roteiro de acesso ao imóvel;

  • Descrição da região;

  • Identificação e caracterização do bem avaliado;

  • Pesquisa de mercado;

  • Data da vistoria, conclusão, resultado da avaliação e sua data de referência;

  • Especificação da avaliação, com grau de fundamentação e precisão;

  • Local e data do laudo;

  • Assinatura do profissional responsável.

Além do mais, para fins de uma Avaliação Imobiliária, será essencial ter a posse do georreferenciamento, garantindo que esteja tudo conforme a legislação vigente.

VANTAGENS DA AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS RURAIS

Um dos objetivos de se realizar um Laudo de Avaliação de Imóveis Rurais é determinar o real valor da propriedade. Mas existem outras finalidades como:

  • Controle patrimonial;

  • Desapropriação;

  • Intensões de compra ou venda;

  • Arrendamento;

  • Avaliação;

  • Revisão de tributos;

  • Garantia de financiamento bancário;

Existem muitos objetivos para um Laudo de Avaliação Imobiliária, por isso é importante contar com uma empresa com vasta experiência e conhecimento de mercado para entregar a melhor solução possível.